Archive for junho, 2010


Nas Locadoras

Confira abaixo os lançamentos que você já pode encontrar nas melhores locadoras.

Vidas Que Se Cruzam

O passado e o presente podem ter um efeito curioso sobre as pessoas separadas pelo espaço e pelo tempo. Mariana, uma garota de 16 anos está tentando unir as vidas destroçadas de seus pais em uma cidade na fronteira do México. Sylvia, uma mulher que vive em Portland deve realizar uma odisséia emocional para apagar um pecado de seu passado. Gina e Nick, um casal que tem de lidar com um intenso e proibido caso; e Maria, uma jovem garota que precisa ajudar seus pais a encontrar a o perdão e o amor. Os cincos começarão suas próprias jornadas em busca de redenção e descobrirão que suas ações poderão fazer a diferença entre a vida e a morte.

Elenco: Charlize Theron, Kim Basinger, Jennifer Lawrence, José María Yazpik, Joaquim de Almeida, Tessa la, Diego J. Torres.

Direção: Guillermo Arriaga Gênero: Drama Trailer: Aqui

Karatê Girl

Kei é uma colegial que nasceu com uma habilidade extraordinária para o karatê. Apesar de ofuscar todos os garotos na escola de artes marciais, seu mestre – Matsumara – não quer lhe entregar a faixa preta, pois é muito claro que ela só se importa em brigar e não entende os verdadeiros significados da luta. Kei decide então abandonar Matsumara e entra para o grupo rival, passando a usar sua técnica para ganhar dinheiro e fama. Porém, certo dia ela descobre a verdadeira intenção do bando: atacar seu antigo mestre. Ao tentar avisá-lo, Kei é sequestrada e Matsumara deverá salvá-la em uma batalha final contra os inimigos.

Elenco: Rina Takeda, Tatsuya Naka.

Direção: Fuyuhiko Nishi Gênero: Ação  Trailer: Aqui

O Sabor de Uma Paixão

Abruptamente abandonada pelo namorado, uma jovem americana se vê de repente em Tókio totalmente perdida e sozinha, em meio a uma cultura completamente diferente da sua. Tentando reorganizara sua vida, Abby de uma hora para outra se percebe freqüentando o restaurante de ramen típico do seu bairro; depois de observar os mágicos efeitos que a comida do restaurante tinha sobre seus clientes, Abby se convence de que seu destino é se tornar uma chefe de cozinha especializada em Ramen. Ela consegue convencer o chefe japonês tirano e temperamental de onde ela trabalha a ensiná-la a arte de se fazer um bom ramen. Apesar de péssimo relacionamento entre os dois, ambos descobrem juntos o cozinhar com amor.

Elenco: Brittany Murphy.

Direção: Robert Allan Ackerman Gênero: Drama   Trailer: Aqui

Anjo Maldito

Este filme transpõe o antigo mito de Lilith para o século 21, com uma mortalmente sexy e sedutora vilã, que, por ser a primeira mulher do mundo, orgulhosamente se proclama como a primeira assassina serial. A mitologia descreve Lilith como a primeira mulher de Adão no Jardim do Paraíso, que por não ser submissa, Deus a expulsa e a substitui por Eva. Isso a deixa furiosa e ela se vinga da posteridade de Adão e Eva desde então.

Elenco: Ving Rhames, Ava Gaudet, Kristopher Shepard, Bart Johnson, JJ Neward.

Direção: Richard Dutcher Gênero: Terror  Trailer: Aqui

Um Olhar do Paraíso

Em dezembro de 1973, Susie Salmon voltava da escola para casa quando foi
assassinada. Ela tinha apenas 14 anos. Depois de morta, Susie continua a velar por sua família – enquanto seu assassino permanece solto. Presa em um extraordinário, ainda que misterioso, espaço entre a Terra e o Céu a menina descobre que precisa escolher entre a busca por vingança e o desejo de ver seus amados seguirem em frente. O que tem início como um chocante homicídio leva a uma jornada visualmente criativa e repleta de suspense que, através dos laços de memória, amor e esperança, segue em direção a um desfecho surpreendente e emotivo.

Elenco: Rachel Weisz, Mark Wahlberg, Susan Sarandon, Stanley Tucci, Michael Imperioli, Saoirse Ronan, Nikki SooHoo.

Direção: Peter Jackson Gênero: Drama  Trailer: Aqui

Capitalismo – Uma História de Amor

Ao fazer “um filme que é uma prova de fogo, que pode mudar sua vida” (Peter Travers, Rolling Stone), Moore “alfineta os dois maiores partidos políticos” (Claudia Puig, USA Today) por vender as milhares de pessoas devastadas pela perda de suas casas e empregos para os interesses dos gordos gatos capitalistas. Moore “escavou uma sujeira impressionante” (Brian D. Johnson, Macleans), histórias contadas na cara dos confiscados e despejados, nos cupons de alimentação recebidos por pilotos famintos, e na coragem dos operários demitidos que se recusam a ficar quietos. Porém muito mais que um grito de desprezo, o filme de Moore oferece a possibilidade de esperança. Capitalismo: Uma História de Amor é “O mais americano dos filmes, desde o cinema populista de Frank Capra (A Felicidade Não se Compra)” (Dan Siegel, Huffington Post), “um filme que consegue capitalizar sarcasticamente, e até brilhantemente, a revolta populista que está varrendo a Nação” (Joe Morgenstern, Wall Street Journal).

Elenco: Michael Moore.

Direção: Michael Moore Gênero: Documentário  Trailer: Aqui

O Fim da Escuridão

Thomas (Mel Gibson) é um detetive policial que testemunha o assassinato da filha ativista na porta de sua casa. Perturbado pela perda e convencido de que ele era o alvo, Thomas parte para uma investigação obcecado por justiça. As evidências o levarão a descobrir um complexo esquema de corrupção envolvendo políticos e a indústria de armas nucleares norte americanas.

Elenco: Mel Gibson, Ray Wistone, Danny Huston, Shawn Roberts, Bojana Novakovic, Frank J. Grillo, Gbenga Akinnagbe.

Direção: Martin Campbell Gênero: Suspense Policial  Trailer: Aqui

O Apocalipse

Quando a NASA detecta que um cometa está em rota de colisão com a Terra, um grupo de talentosos e excêntricos cientistas é a única esperança para o Planeta. Eles passam a correr contra o tempo enquanto inúmeras cidades ao redor do mundo já estão sendo atingidas e destruídas. A vida de todos pode se extinguir em apenas alguns dias se os cientistas não encontrarem uma solução. Mas, numa pequena cidade no estado de Louisiana, descobre-se que a chave para salvar a humanidade está bem ali: um garoto autista. Que poder ele teria para salvar toda a humanidade?

Elenco: Rhett Giles, Stephanie Jacobsen.

Direção: Ken Badish e Roland Zelles Gênero: Ação  Trailer: Aqui

Provas e Trapaças

Provas e Trapaças é uma comédia jovem cheia de atitude, com Mischa Barton (The O.C.) e o astro Bruce Willis (Substitutos). Bobby Funke escreve para o jornal da escola e é escolhido para fazer um artigo sobre o presidente do grêmio Paul Moore (Patrick Taylor), atleta e estrela do time de basquete do colégio. Enquanto, Bobby escreve a sua matéria, uma história muito maior está para se desenrolar. Os exames de admissão das Universidades foram roubados do escritório do diretor Kirkpatrick (Bruce Willis) e Bobby, após investigar o acontecimento a pedidos da sedutora Francesca Facchini (Mischa Barton), publica um artigo incriminando Paul e logo se torna um dos garotos mais populares da escola. Mas, Bobby começa a suspeitar de que algo esta errado e passa a duvidar das acusações que ele mesmo fez. Sua investigação revela uma grande conspiração… agora ele terá que escolher entre seu novo status de garoto popular ou revelar a verdade.

Elenco: Bruce Willis, Mischa Barton, Nick Blaemire, Zachary Booth.

Direção: Brett Simon Gênero: Comédia   Trailer: Aqui

Em um ano em que só se falava de “Alice no País das Maravilhas”, um arrasa-quarteirões de alto nível chega aos cinemas. “Kick-Ass – Quebrando Tudo” faz o melhor equilíbrio entre ação e comédia do cinema recente, o que é bem difícil, já que um lado sempre tenta abocanhar mais do outro. Com uma história deliciosa, personagens inesquecíveis e um ritmo contagiante, “Kick-Ass” é um dos melhores filmes do ano.

Dave Lizewski (Aaron Johnson) é um adolescente como qualquer outro, exceto por sua fascinação por super-heróis. Ele, aliás, vai além e decide se tornar um. Com uma fantasia estranha e bastante força de vontade, ele encarna Kick-Ass. Só que ele pouco consegue fazer além de apanhar. No meio de suas tentativas frustradas, é salvo por dois distintos heróis: Big Daddy (Nicolas Cage) e Hit Girl (Chloë Moretz), que estão em uma cruzada para eliminar um perigoso líder do crime, Frank D’Amico (Mark Strong).

O melhor de “Kick-Ass” é a falta de preocupações com o politicamente correto. Pessoas morrem neste filme, e às vezes de formas horrendas. O que mais causou furor foi o papel da pequena Chloë Moretz (“500 Dias com Ela”), como Hit Girl: ela xinga e mata sem piedade, quando não faz as duas coisas ao mesmo tempo. Hit Girl só ajuda a dar mais frescor ainda a “Kick-Ass”. A menina dá um show, aliás. Aaron Johnson conduz muito bem a sua parte, a do jovem comum que tenta fazer algo extraordinário, emprestando um pouco do humor de filmes como “Superbad”. E Nicolas Cage está impagável como Big Daddy, e vale o filme.

Com um desfecho mais otimista e doce que a graphic novel (mas que funciona perfeitamente no longa), Kick-Ass é uma diversão atípica: choca e provoca o riso na mesma medida, conseguindo também privilegiar seus personagens sem jamais sacrificar a história. É, em suma, tudo o que Heróis Muito Loucos tentou ser e não conseguiu – e, apenas por isso, já mereceria gerar sua própria franquia. Hit-Girl merece voltar às telas.

“Kick-Ass” é diversão garantida, apesar de estarmos em uma época onde esta expressão é usada para qualquer coisa. Deixe de lado aqueles filmes de ação meia-boca que entopem os cinemas todas as semanas e mergulhe no universo desta história maluca. Ninguém vai querer sair.

Créditos: Ricardo Prado

A Activision revelou nesta segunda-feira (07) que Transformers: War for Cybertron virá acompanhado de uma HQ baseada no game, mas somente para quem comprar nas lojas K-Mart e Sears. A revista será produzida pela IDW Publishing, que publica atualmente uma revista mensal e diversas minis e especiais dos personagens.

A HQ é um prelúdio, contando as origens da hostilidade entre Optimus Prime e Megatron. O roteiro é de Alexander Irvine, enquanto a arte ficou por conta de Don Figueroa, o desenhista oficial da revista mensal dos robôs.

O game permite que o jogador vivencie a trama do lado dos Autobots ou dos Decepticons, mostrando as origens da guerra entre as duas facções em seu planeta natal, Cybertron, muito antes do conflito alcançar a Terra. Como um autobot, a história mostra o heroísmo tomar forma enquanto você tenta salvar Cybertron contra chances impossíveis. Como um decepticon, o jogador fará de tudo para saciar sua sede de poder na busca pelo domínio do universo. O jogo permitirá partidas online multiplayers. Transformers: War for Cybertron será lançado para Xbox 360, PS3, Wii, Nintendo DS e PC no dia 22 de junho.

Créditos: Artur Tavares

Quando foi escalado para interpretar o vampiro mais famoso de todos os tempos, o húngaro Bela Lugosi não falava sequer uma palavra em inglês. Para dizer suas falas, ele as memorizava foneticamente. O resultado foi uma interpretação aterrorizante. Drácula falava de forma pausada e com um ritmo assustador, lembrando mesmo alguém já meio-morto. Aliás, a fotografia usa e abusa da imagem sinistra de Lugosi. Alguns planos de Drácula só olhando para o público com seu olhar sombrio são comuns, e causaram terror quando exibidos pela primeira vez.

Aliás, a interpretação de Bela Lugosi tornou-se molde para as futuras encarnações do vampiro. Em nenhuma passagem do livro homônimo do escritor irlandês Bram Stoker (que escreveu “Drácula” em 1897) menciona-se um falar pausado nem sinistro como o interpretado por Lugosi em “Drácula”. Apesar disso, tornou-se marca registrada do vampiro, além de seu olhar enigmático. Mesmo em filmes com vampiros que não são Drácula, às vezes, seguem esse modelo. Por mais que tenha se imortalizado no papel, Lugosi só foi viver Drácula novamente na comédia “Bud Abbott Lou Costello Meet Frankenstein”, em 1948.

Por mais que a inspiração tenha vindo do mais bem-sucedido livro de Bram Stoker, o filme “Drácula” é uma adaptação da peça de teatro feita a partir do livro, escrita por Hamilton Deane. Devido aos problemas financeiros da época da Depressão norte-americana, a Universal Pictures não podia bancar uma adaptação fiel ao livro, então optou pela versão simplificada adaptada ao teatro. O próprio Bela Lugosi já havia interpretado Drácula na Broadway, um dos motivos pelo qual foi cogitado para o papel no cinema.

O filme começa com R. M. Renfield, um corretor de imóveis, indo até a mansão do conde Drácula, na Transilvânia. O vampiro está de mudança para a Inglaterra. Durante a noite, porém, as várias mulheres de Drácula o cercam, atrás de seu sangue, mas o conde as impede, dizendo: “Ele é meu”. Na próxima cena, já a bordo de um navio, Renfield já se tornou um completo louco.

A história realmente começa quando Drácula entra em contato com a família do dr. Steward, dono do hospital psiquiátrico para onde Renfield é mandado. A filha do médico, Mina, torna-se objeto de obsessão de Drácula. Um colega do dr. Steward, o dr. Continue lendo

Se Hollywood costuma gerar tantas cinebiografias de seus ídolos do cinema, figuras políticas e outros nomes importantes para a cultura norte-americana, natural que em Hong Kong surja um longa-metragem que homenageie um dos maiores nomes naquilo em que eles sejam especialistas: as artes marciais.

É o caso dessa produção que retrata – como diz o título em português – um dos grandes mestres do kung fu: Yip Man, símbolo das artes marciais chinesas e que teve entre seus discípulos o também lendário Bruce Lee.

Realizado por um diretor com certa experiência, o longa tem como protagonista o ator Donnie Yem (participação em “Blade 2”), que soube compor um personagem  tanto para as cenas do cotidiano como as seqüência de ação.

Aliás, as coreografias formam o ponto forte da produção, com duelos divertidos e bem filmados que ajudaram o filme a fazer sucesso de público no Oriente (garantindo uma continuação para esse ano mantendo diretor  e ator principal) e ser premiado em eventos importantes do cinema asiático como o Festival Estudantil de Pequim (Diretor e Ator), Fant-Asia Film Festival e o Hong Kong Film Awards.

A trama ora tenta soar engraçada, ora periga descambar para o melodrama, não dá maiores explicações sobre como Yip Man tornou-se um grande lutador e faz uso da ficção para tentar emocionar o espectador .

Mas se você não levar em conta esses deslizes, presenciará ótimas cenas de luta, como aquela em que o protagonista, prisioneiro do exército japonês que invadiu a China, desafia dez lutadores rivais para conseguir arroz e vingar a morte de um amigo. Ou o clímax do longa – um duelo entre Yip Man e um general nipônico.

O Grande Mestre” é lançado direto em home vídeo no Brasil acertadamente. No cinema passaria em branco, mas em DVD tem tudo para encontrar seu público-alvo: fãs de e interessados em artes marciais. Só não caia na estratégia de divulgação que tanto fala em Bruce Lee.

Se você está interessado no filme para curtir referências ao astro de “Operação Dragão” (que neste só é citado nos créditos finais), aguarde a continuação, que focará o período em que Yip Man viveu em Hong Kong e depois conheceu um jovem Bruce Lee, a quem ensinou o Wing Chum.

Após uma muito merecida indicação ao Oscar por melhor roteiro adaptado, com “Educação” (An Education, 2009), Nick Hornby lança Juliet, Nua e Crua (Juliet, Naked). Conta a história de Annie; seu namorado há muitos anos, Duncan, um fã obcecado por música; e o objeto de sua obsessão, o recluso cantor-compositor Tucker Crowe. A trama gira em torno do lançamento de “Juliet, Naked”, o primeiro lançamento de Tucker Crowe após duas décadas de silêncio.

O novo livro não é só mais um romance bem humorado do escritor, mas também aborda o que podemos chamar de “geração iTunes” e os fãs obcecados que podem se expressar pela internet. Duncan é frequentador assíduo de fóruns na internet que discutem cada detalhe da obra e carreira de Tucker Crowe e assim como todos os auto nomeados “crowologistas”, superanalisam todas as letras procurando por mensagens escondidas e novos significados. Quando o mais famoso álbum de Crowe, “Juliet”, que é baseado numa ex-namorada do cantor, é lançado em versão sem arranjos, e como o nome diz, “nu e cru”, as opiniões divergem: seria o disco produzido melhor ou pior que a versão crua? O silêncio e reclusão de Tucker deveria ou não ter sido quebrado?

Annie, a namorada de Duncan, que sempre se sentiu deixada de lado pelo seu fanatismo por Tucker Crowe, começa a questionar o relacionamento de 15 anos que vem levando. Principalmente porque Annie só gosta do cantor, não acompanha toda a histeria do namorado com cada foto que vaza na internet do possível paradeiro dele. E quando ela decide escrever uma resenha do novo álbum, do qual não gostou, um email vindo do próprio e lendário cantor provoca uma reviravolta na trama.

Se só aproveitar uma ótima comédia romântica não for o suficiente, você tem um retrato da nova geração de fãs da música e a desmistificação de ídolos, que, afinal, como Hornby mostra com Tucker Crowe, são pessoas normais, que podem, inclusive, se sentir tão fracassadas quanto qualquer um de nós, independente de suas conquistas. Continue lendo

Após “Alice”, outro clássico original da Disney ganhará uma versão modernizada com atores de carne e osso e 3D. Trata-se de Branca de Neve. Só que dessa vez a Disney não está envolvida no projeto.

A produtora Relativity Media adquiriu o roteiro de Melissa Wallack, que parte do conto original dos irmãos Grimm para criar uma trama moderna, à moda de “Alice no País das Maravilhas”. O diretor Brett Ratner (“X-Men: O Confronto Final”, os três “A Hora do Rush”) é o responsável pela produção.

O longa está sendo descrito como ousada re-imaginação 3D da história original, voltada ao público adulto. O Deadline entrevistou Ratner: “Esta não é a Branca de Neve que seus avós conhecem. Melisa voltou ao conto de 500 anos e devolveu elementos que ficaram de fora do filme da Disney. Os anões não são mineiros, mas sim ladrões. Haverá um dragão, como no original. Walt Disney fez um dos maiores filmes de todos os tempos, mas o nosso será mais ousado. O original, feito para sua época, é suave em comparação com o que vamos fazer”, disse o cineasta.

Mas se você está pensando que a Branca de Neve é o único conto que vai surgir numa versão adulta, está enganado, pois já estão produzindo uma nova versão de Cinderela e também do “O Mágico de Oz“.

A marca desportiva entrou no Mundial de Futebol para ganhar. A aposta mete criaturas estranhas e humanos à mistura, uma autêntica guerra de estrelas…literalmente! Jogadores de futebol, criaturas intergalácticas e figuras da pop são as mais recentes caras do anúncio da marca Adidas. Todos eles juntos numa temática: o Mundial de Futebol em versão Star Wars.

A campanha vai ser exibida durante a Copa do Mundo da África. E, aproveitando o lançamento recente de uma coleção baseada em “Guerra nas Estrelas”, a marca leva um time de famosos para a Cantina Mos Eisley, o bar que aparece em “Uma Nova Esperança”.

O anúncio começa com a frase “Quatro minutos antes do pontapé de saída...”. Tudo se passa na famosa cantina Mos Eisley, a cantina do planeta Tatooine, no filme Star Wars, o lugar propício a “misturar” todas estas espécies de “criaturas”.

Usando as cenas em que Han Solo e Chewbacca se encontram pela primeira vez com Luke Skywalker, a propaganda faz com que os personagens interajam com David Beckham, Daft Punk, Snoop Dogg, Franz Beckenbauer, Noel Gallagher, Ian Brown, Ciara, Jay Baruchel e DJ Neil Armstrong. Do lado de fora do bar, uma placa anuncia que o pessoal está lá para assistir à Copa do Mundo.

As cenas em que Han Solo pergunta aos músicos do Daft Punk se eles já ouviram falar da Millenium Falcon. Também é demais quando Greedo diz a Beckham que Jabba quer que ele jogue em seu time.

Assista o vídeo,  AQUI

A MTV realizou domingo (07), a premiação do MTV Movie Awards 2010. O prêmio, onde o público indica e vota nos concorrentes, é uma das premiações mais adoradas pelos adolescentes. O maior reflexo disso foi o grande vencedor da noite, A Saga Crepúsculo – Lua Nova, que faturou todos os prêmios a que concorreu.

De melhor ator e atriz a melhor filme, Lua Nova não deu chance pra ninguém. Mas, veja abaixo a lista dos vencedores do MTV Movie Awards 2010 transmitido no último domingo: Continue lendo

José Wilson Granjeiro, diretor presidente do Gran Cursos, decidiu elaborar uma lista de filmes para motivar os candidatos a manter o foco nos estudos até conseguir a vaga. A lista foi feita a pedido dos próprios alunos, que o abordavam após suas palestras. E os filmes Cristãos de sucesso não ficaram de fora, a lista foi feita a pedido dos próprios alunos, que o abordavam após suas palestras.

Foi difícil chegar a esses 14 filmes, mas cada um tem uma contribuição, histórias de fé, superação, de planejamento, organização, disciplina, resistência, brigar pelos sonhos, achar que tem sempre uma força superior que possa ajudar desde que se faça por onde e o papel da família no processo todo”, diz.

Veja abaixo a lista de 14 filmes indicados por José Wilson Granjeiro, que também elaborou as sinopses:

Continue lendo

Confira as dicas de lançamentos que chegam nesta semana nas locadoras:

Quando em Roma

Quando em Roma’ acompanha uma agente imobiliária bem-sucedida, mas que não consegue se dar bem no amor. Quando sua irmã mais nova revela que irá se casar, em Roma, ela viaja para comparacer à cerimônia e pegar moedas em uma famosa fonte do amor. Quando volta, começa a receber visitas de homens apaixonados, como um magnata (Danny DeVito), um mágico (Jon Heder), um pintor (Will Arnett) e um modelo (Dax Shepard).

Elenco: Kristen Bell, Josh Duhamel, Anjelica Huston, Dax Shepard, Danny DeVito, Jon Heder, Will Arnett, Don Johnson.

Direção: Mark Steven Johnson Gênero: Comédia Romântica  Trailer: Aqui

A Caixa

O que você faria se lhe entregassem uma caixa com apenas um botão e que se você o apertasse lhe deixaria milionário mas, ao mesmo tempo, tirasse a vida de alguém que você não conhece? Norma Lewis (Cameron Dias) é uma professora e o seu marido, Arthur (James Marsden), é um engenheiro da NASA. Eles são um casal com um filho que leva uma vida normal morando no subúrbio. Tudo muda quando um misterioso homem aparece com uma proposta tentadora: a caixa. Norma e Arthur têm 24 horas para fazer a escolha. Logo eles irão descobrir que certas escolhas estão fora de seu controle e vão muito além da fortuna e do destino.

Elenco: Cameron Diaz, Frank Langella, James Marsden, Gillian Jacobs, Michele Durrett.

Direção: Richard KellyGênero: Terror  Trailer: Aqui

Preciosa

Claireece Jones Precious sofre privações inimagináveis em sua juventude. Abusada pela mãe, violentada por seu pai, ela cresce pobre, irritada, analfabeta, gorda, sem amor e geralmente passa despercebida. A melhor maneira de saber sobre ela são suas próprias falas: “Às vezes eu desejo que não estivesse viva. Mas eu não sei como morrer. Não há nenhum botão para desligar. Não importa o quão ruim eu me sinta, meu coração não para de bater e meus olhos se abrem pela manhã. Uma história intensa de adversidade e esperança.

Elenco: Mo’Nique , Paula Patton, Mariah Carey, Gabourey Sidibe, Sherri Shepherd, Lenny Kravitz, Chyna Layne.

Direção: Lee Daniels Gênero: Drama   Trailer: Aqui

Sedução

Inglaterra. Mrs. G (Eva Green) é professora de uma austera escola para garotas. Enquanto a maioria das professoras são severas e rígidas, Mrs. G é uma mulher a frente de seu tempo, com espírito jovem e aventureiro, fazendo questão de transmitir isso para suas alunas. Mas, o destino está prestes a mudar, quando a jovem e bela Fiamma (Maria Valverde), uma estudante espanhola, se matrícula na escola. A garota insiste em preservar sua independência o que chama a atenção de Mrs. G. Conforme os laços se tornam mais íntimos, segredos e mentiras virão à tona com a descoberta de que a relação entre professora e aluna é mais do que simplesmente acadêmica.

Elenco: Eva Green, Juno Temple, María Valverde.

Direção: Jordan Scott Gênero: Drama   Trailer: Aqui

Testemunhas de uma Guerra

Mark (Colin Farrell) e David (Jamie Sives) são amigos e experientes fotógrafos de guerra que buscam imagens no Kurdistão, uma região considerada muito perigosa. Mark, ambicioso, quer ficar mais uns dias no campo de guerra, em busca de uma foto exclusiva, mas David só pensa em voltar para a sua esposa, pois já não agüenta mais tanta violência. Mark acorda em sua cidade natal, repleto de ferimentos e hematomas e descobre que David não conseguiu voltar. Incapaz de reassumir sua vida, desorientado e confuso, Mark preocupa a todos, especialmente sua esposa Elena (Paz Vega) que se preocupa não só com Mark mas com o mistério que envolve o desaparecimento de David.

Elenco: Colin Farrell, Paz Vega, Christopher Lee, Kelly Reilly, Juliet Stevenson.

Direção: Danis Tanovic Gênero: Drama/Guerra   Trailer: Aqui

Ninja

Um Ninja Americano viaja do Japão para os Estados Unidos com a missão de impedir que uma valiosa coleção de armas caia nas mãos da perigosa Yakuza. A história continua tão verdadeira hoje como era no tempo do antigos Samurais: as armas do Ninja tem poderes lendários tanto para o bem quando para o mal. As armas mortais do último Koga Ninja foram confiadas a um aprendiz americano de Ninjitsu estudando no Japão. Instruído pelo seu Sensei a retornar para Nova York e proteger as armas a todos custo, ele deve derrotar os assassinos da Yakuza que estão em seu encalço e, ainda, impedir que o poder das armas caiam nas mãos erradas.

Elenco: Scott Adkins, Tsuyoshi Ihara.

Direção: Isaac Florentine Gênero: Ação  Trailer: Aqui

Mais informações no www.festivalcinefrances.com

Em competições difíceis como a Copa do Mundo é que comum que atletas e treinadores busquem algum tipo de motivação extra e inspiração para brigar pelo título.

Nessa Copa, a comissão técnica da seleção brasileira escolheu um livro para que os jogadores se mantenham motivados durante toda competição. Jorginho, o auxiliar técnico da seleção brasileira, distribuiu aos atletas exemplares de “O Futuro da Humanidade” do escritor Augusto Cury.

O livro conta a história de Marco Polo, um estudante de medicina que ao entrar na faculdade se vê diante de uma realidade que o perturba profundamente: a falta de respeito e sensibilidade dos professores em relação aos pacientes com transtornos psíquicos, que são marginalizados e maltratados.

Indignado, o jovem desafia profissionais de renome internacional para provar que os pacientes com problemas psiquiátricos merecem mais atenção, respeito e dedicação e menos remédios. Seu empenho acaba causando uma verdadeira revolução nas mentes e nos corações das pessoas com quem convive.

Uma história de esperança e de luta contra as injustiças, este livro é a saga de um desbravador de sonhos, de um poeta da vida, de um homem disposto a correr todos os riscos em nome daquilo que ama e acredita. Sua linguagem é clara, seus conceitos apresentados de forma simples, nos fazem refletir sobre o rumo que a sociedade está tomando.

Quem assistia desenhos animados nos anos 80/90 sabe bem a luta que Wile E. Coyote trava para pegar o pássaro mais rápido do mundo, rende boas risadas.

As novas gerações terão a chance de se divertir com estes personagens da Warner de uma forma inédita Seguindo o exemplo da Pixar, que sempre exibira curtas de animação com seus filmes, antes das exibições do filme “Como Cães e Gatos 2” (que estréia nos EUA no dia 30 de julho), a Warner exibirá um novo curta-metragem estrelado pelos clássicos personagens Coyote e Papa-Léguas. Produzido em computação gráfica e utilizando a tecnologia 3D, o curta é o primeiro de uma série de animações que serão exibidas nos cinemas junto de outros filmes da Warner.

Vale citar a participação de um brasileiro na produção deste curta, o animador Ivan Oviedo, que comentou a qualidade das novas aventuras, em seu blog: “Está ficando com uma qualidade impressionante, como os curtas mais antigos do grande Chuck Jones.

A exibição do curta no Brasil ainda não foi confirmada pela Warner.

Outro projeto envolvendo os Looney Tunes também está em desenvolvimento. Trata-se de uma nova série de TV que atualmente está sendo produzida pela Warner Bros. Animation, e que será exibida em todos os canais Cartoon Network do mundo. Com previsão de lançamento para 2011, “The Looney Tunes Show” contará com a produção de Sam Register, criador de “Hi Hi Puffy AmiYumi” e responsável pelos desenhos “Ben 10” e “Teen Titans“. Cada programa terá 30 minutos, e além das histórias, apresentará clips musicais chamados “Merrie Melodies“, com personagens clássicos feitos em computação gráfica.

Créditos: Infoanimation

Essa imagem aí em cima é o que teremos quando o filme dos Vingadores chegar as telonas. O Homem de Ferro a gente já sabe como é. O Thor teve aquela primeira imagem e tal, mas parou por aí. E o Capitão América? Como é?

Pra responder todas essas perguntas (e colocar algumas outras no lugar), temos as artes conceituais dos uniformes do Capitão América e Thor. Um “pequeno” detalhe que chamou a minha atenção (e acredito que vai ter muito fã torcendo o nariz por isso): a falta das “orelhinhas” no uniforme do Capitão. Onde estão ?

Já o deus do Trovão ganhou um uniforme todo estiloso e ao mesmo tempo high-tech. Dá uma olhada aí na nossa galeria pra conferir as imagens com os uniformes.

Capitão América” chegará aos cinemas no dia 22 de julho de 2011 e o elenco conta com Chris Evans (Steve Rogers), Sebastian Stan (Bucky Barnes), Hayley Atwell (Peggy Carter), Hugo Weaving (Caveira Vermelha), Dominic Cooper (Howard Stark), Toby Jones (Arnim Zola) e Tommy Lee Jones. A direção é assinada por Joe Johnston.

Créditos: Filmofilia