Baseado no livro de Robert Harris, O Escritor Fantasma é um tratado sobre a mentira, o irreal, a manipulação dos fatos, um suspense político recheado de traições e mistério.

Ewan McGregor é o personagem título, contratado para continuar escrevendo as memórias de Adam Lang (Pierce Brosnan), um ex Primeiro Ministro que comandou a Inglaterra na época da Guerra do Iraque. A idéia é que estas entrevistas sejam editadas por um Fantasma sob a forma de “auto-biografia” de Lang. Quando o político é acusado de crimes de guerra e o escritor fantasma, que estava anteriormente escrevendo o tal livro, foi misteriosamente encontrado morto, o trabalho, que já era perigoso, passa a tomar enormes e perigosas proporções, a ponto de colocar a vida de ambos em risco.

E as preocupações do protagonista não param por aí. Como o conteúdo do livro deve permanecer totalmente sigiloso até a sua publicação, ele trabalhará dentro de um rígido esquema de segurança, isolado no casarão que funciona como quartel general do ex-Primeiro Ministro. Está armado o clima de suspense: isolamento, morte misteriosa, trama política, muito dinheiro envolvido. Adicione-se uma esposa ciumenta, uma belíssima casa envidraçada e mistérios que só serão resolvidos no último minuto do filme.

O diretor Polanski resgata o suspense psicológico da obra prima O Bebê de Rosemary (1968) e o clima noir de Chinatown (1974), os unindo em um único filme. A sutileza de sugerir, em vez de mostrar, faz a história crescer em tensão, a cada fato que induz a uma pista, a cada nova descoberta.Grande parte do filme se passa em uma ilha, o que lembra o ambiente claustrofóbico de Ilha do Medo (2010), que, por sua vez, parece ter pitadas de Polanski, o resultado é uma excelente safra de imperdíveis suspenses.

Uma co-produção entre Inglaterra, França e Alemanha que – com méritos – deu o Urso de Prata de melhor direção a Roman Polanski no Festival de Berlim 2010. Polanski que, por sinal, continua em prisão domiciliar enquanto responde a um antigo processo por estupro contra uma menor.

Escritor Fantasma Estréia em 28 de maio de 2010.

Anúncios