Archive for maio, 2010


Odiretor Guillermo Del Toro confirmou, em nota oficial, que está deixando a direção de O Hobbit. Segundo a nota, Del Toro ressaltou que está deixando a direção em função dos atrasos nas filmagens, e que estes atrapalhariam outros trabalhos já confirmados. Mesmo com sua saída confirmada, Del Toro continuará trabalhando no roteiro do filme, ao lado de seu parceiro Peter Jackson.

O Hobbit vem enfrentando sérios problemas em sua realização. Mesmo com todo esforço de Peter Jackson, o longa tem apresentado dificuldades em cumprir o seu cronograma, e agora com a saída de Guillermo del Toro, a situação tende a se complicar ainda mais. Além de lutar contra os problemas financeiros do estúdio, Jackson terá também a difícil missão de encontrar um outro nome para continuar o trabalho idealizado por Del Toro. Principalmente após a confirmação que o diretor já havia finalizado diversas partes artísticas da adaptação, como criaturas, cenários e até algumas cenas de batalha. Por enquanto ainda não há nomes cotados para assumir o lugar deixado pelo diretor mexicano, mas o certo é que a adaptação da obra J.R Tolkien corre sérios riscos.

Na época em que “Star Wars Episódio IV – Uma Nova Esperança” era chamado apenas de “Star Wars”, iniciava-se um dos maiores, se não o maior, fenômenos da indústria cinematográfica, criando uma infinidade de subprodutos e legiões de fãs. O filme deu início a toda uma geração de técnicas de efeitos especiais. Também foi responsável por fazer Hollywood largar seu gosto por filmes autorais para preferir filmes grandes e que gerassem bastante renda. “Star Wars” e “Tubarão” são apontados como os primeiros blockbusters legítimos. Dirigido e escrito por George Lucas, “Star Wars” estreou nos cinemas norte-americanos em 1977, fazendo história.

O inesquecível Darth Vader já estava bem claro em sua concepção, mas faltava construir os outros personagens. Já chegou a pensar que Luke (que tinha sobrenome StarKiller) seria um general de 60 anos e Han Solo tinha pele verde e guelras?Mas, felizmente, George reformulou sua idéia e resolveu fazer drásticas mudanças no roteiro.
Depois teve de convencer o estúdio a bancar seu projeto. E ele queria mais. Queria revolucionar o cinema com efeitos jamais vistos antes. Foi assim que nasceu a ILM (Industrial Light & Magic), a maior empresa de efeitos especiais da atualidade.Depois começou a escalar o elenco. Nomes como Jodie Foster, Kurt Russell e Sissy Spacek foram cotados para o elenco principal. Mas Mark Hamill, Carrie Fisher e Harrison Ford que foram escolhidos e se tornaram celebridades logo após o lançamento do filme. David Prowse foi escolhido para ser Vader, mas o que realmente não agradava era sua voz que não combinava nada com seu imponente porte. Foi aí que James Earl Jones apareceu com sua voz forte, assustadora e marcante que nos faz dar pulos de ansiedade quando ele pronuncia: “Yes, my master”.

Cineastas como Peter Jackson, Ridley Scott, Dean Devlin, Roland Emmerich, Kevin Smith e John Singleton dizem ter se influenciado de alguma forma pelo longa, e James Cameron (de “Titanic”) resolveu virar diretor por causa dele. O crítico inglês Tom Shone diz que Spielberg e Lucas foram responsáveis por devolver ao cinema sua função original, a de entreter o público. Continue lendo

O site SlashFilm divulgou a sinopse oficial de Lanterna Verde, dirigido por Martin Campbell (007 Cassino Royale) e adaptado dos quadrinhos da DC Comics, por Greg Berlanti (da série “Brothers and Sisters”), Michael Green (das séries “Heroes” e “Smallville”), Marc Guggenheim (“X-Men Origens: Wolverine”) e  Michael Goldenberg (“Harry Potter e a Ordem da Fênix”)

Confira a sinopse abaixo:

Em um universo tão vasto quanto misterioso, uma pequena, mas poderosa força existe há séculos. Protetores da paz e da justiça, eles são conhecidos como a Tropa dos Lanternas Verdes. Integrantes de uma irmandade de guerreiros que jurou manter a ordem intergaláctica, cada Lanterna Verde usa um anel que lhe garante superpoderes. Mas quando um novo inimigo chamado Parallax ameaça destruir o equilíbrio do poder do universo, seu destino e o destino da Terra repousam nas mãos do seu mais novo recruta, o primeiro humano a ser selecionado para a Tropa: Hal Jordan.

Hal é um piloto de testes cheio de talento e arrogante, e os Lanternas Verdes têm pouco respeito pelos humanos, que nunca detiveram as infinitas forças do anel antes. Porém, Hal é claramente a peça perdida de um quebra-cabeças e, junto com a sua determinação e força de vontade, ele tem uma coisa que nenhum outro membro da Tropa jamais teve: humanidade. Com o apoio da piloto e sua namorada de infância Carol Ferris, Hal precisa conseguir rapidamente dominar seus novos poderes e encontrar coragem para vencer seus medos, se quiser provar que não é apenas a única pessoa capaz de derrotar Parallax… mas também alguém com o potencial para se tornar o maior Lanterna Verde de todos.


No elenco  estão os atores Ryan Reynolds (“A Proposta”), Marc Strong (“Sherlock Holmes”), Blake Lively (da série “Gossip Girl”), Peter Sarsgaard (“A Órfã”), Tim Robbins (“Sobre Meninos e Lobos”), Angela Bassett (“Prova de Fogo : Uma História de Vida”) e Temuera Morrison (“Star Wars: O Ataque dos Clones”).

A estreia está prevista para 17 de junho de 2011, nos formatos 2D e 3D.

A Paramount Pictures e a Nickelodeon assinaram contrato com o diretor Michael Bay, da franquia “Transformers”, para assinar a produção do novo filme das “Tartarugas Ninjas”.

Segundo o blog de Perez Hilton, a Platinum Dunes, de Bay, entrará como produtora associada da Paramount Pictures (estúdio e distribuidora) e Nickelodeon. Na nova versão, a história das “Tartarugas Ninjas” será recontada.

Ainda de acordo com Perez Hilton, a Nickelodeon adquiriu os direitos do longa por US$ 60 milhões. O filme promete ser mais sombrio que os anteriores e irá recontar a história das “Tartarugas Ninjas”.

A empresa de Bay é especializada em remakes, tendo realizado até agora “O Massacre da Serra Elétrica” (2003), “Horror em Ammytiville” (2005), “A Morte Pede Carona” (2007), “Sexta-Feira 13″ (2009) e “A Hora do Pesadelo” (2010).

O filme que encerrou a saga do ogro da Dreamworks, sofreu uma péssima recepção do público e da crítica, mostrando que talvez o fôlego do personagem realmente tenha acabado. Mas não dá pra negar: nestes nove anos que se passaram desde o lançamento do primeiro filme da franquia, Shrek e sua turma não conseguiram apenas arrecadar quantias impressionantes nas bilheterias e mudar a cara da animação, como também colocaram sorrisos nos rostos de milhões de crianças e adultos ao redor do mundo.

Foi por isso que na última semana o ogro acabou ganhando uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood. Jeffrey Katzenberg, Mike Myers (voz de Shrek) e Antonio Banderas (voz do Gato de Botas) estiveram presentes na cerimônia para parabenizar Shrek pela sua estrela (que é a de número 2408 na calçada).

“Tendo saído do pântano para uma estrela aqui em Hollywood Boulevard, eu acredito que ele realmente representa o grande sonho hollywoodiano”, disse durante a cerimônia Jeffrey Katzenberg, CEO da Dreamworks Animation. “Assim como todas as grandes estrelas que foram homenageadas nesta avenida, Shrek agora é certamente e verdadeiramente parte da nossa cultura. Ele é um ogro para todas as idades.”

Shrek não é o primeiro personagem animado a merecer um espaço na Calçada da Fama. Também estão por lá outros astros como Mickey Mouse, Ursinho Pooh e Os Simpsons.

Créditos: Animatoons

Confira os lançamentos que estarão nas locadoras nesta primeira semana de Junho.

O Lobisomem

Assim como no clássico original de 1941, estrelado por Lon Chaney Jr., esta refilmagem também é ambientada na Inglaterra Vitoriana. Na história, Del Toro faz o papel de Lawrence Talbot, um homem que retorna da América para sua terra ancestral e no caminho é mordido por um lobisomem. Talbot começa sua assustadora transformação sob a lua cheia.

Elenco: Benicio Del Toro, Anthony Hopkins, Emily Blunt, Hugo Weaving, Elizabeth Croft, Sam Hazeldine, David Sterne.

Direção: Joe Johnston Gênero: Terror   Trailer: Aqui

Decisões Extremas

Decisões Extremas acompanha John (Fraser) e Aileen Crowley, um casal com dois filhos que sofrem de uma rara doença congênita. Prestes a desistirem de encontrar uma maneira de salvar suas crianças, John descobre um pesquisador (Ford) que pode conhecer a cura

Elenco: Harrison Ford, Brendan Fraser, Keri Russell, Jared Harris, Meredith Droeger, Courtney B. Vance.

Direção: Tom Vaughan  Gênero: Drama  Trailer: Aqui

Maldito Futebol Clube

O Filme conta a história repleta de humor e confrontos de Brian Clough e seus fatídicos 44 dias no cargo de dirigente de um time campeão de futebol da Inglaterra. O problema é que ele não terá ao seu lado o fiel parceiro Peter Taylor. Resultado? Em pouco mais de um mês, Brian surpreende, provando sua agressividade e brilhantismo à frente do seu time.

Elenco: Michael Sheen, Jim Broadbent, Timothy Spall, Colm Meaney.

Direção: Tom Hooper Gênero: Drama  Trailer: Aqui


Educação

Jenny tem 16 anos e vive com a família no subúrbio londrino, em 1961. Inteligente e bela, sofre com o tédio de seus dias de adolescente e aguarda impacientemente a chegada da vida adulta. Seus pais alimentam o sonho de que ela vá estudar em Oxford, mas a moça se vê atraída por um outro tipo de vida. Quando conhece Danny, homem charmoso e cosmopolita de trinta e poucos anos, vê um mundo novo se abrir diante de si. Ele a leva a concertos de música clássica, a leilões de arte, e a faz descobrir o glamour da noite, deixando-a diante de um dilema entre a educação formal e o aprendizado da vida.

Elenco: Peter Sarsgaard, Carey Mulligan, Alfred Molina, Dominic Cooper, Rosamund Pike, Olivia Williams, Emma Thompson.

Direção: Lone Scherfig Gênero: Drama  Trailer: Aqui

Legião

No suspense de ação sobrenatural Legião, uma lanchonete afastada torna-se um improvável campo de batalha que assegurará a sobrevivência da raça humana.

Quando Deus perde a fé na humanidade, ele envia seu exército de anjos para iniciar o Apocalipse. A única esperança da humanidade reside em um grupo de pessoas que não se conhecem e que estão na lanchonete deserta e no Arcanjo Miguel (Paul Bettany).

Elenco: Paul Bettany, Dennis Quaid, Tyrese Gibson, Doug Jones, Jon Tenney, Charles S. Dutton, Lucas Black, Kate Walsh, Adrianne Palicki, Kevin Durand, Willa Holland.

Direção: Scott Charles StewartGênero: Terror  Trailer: Aqui

Suing the Devil

O filme “Suing the Devil“, que traduzido significa “Processando o Diabo” é um filme que possuí uma história muito interessante! Na trama, um homem exige do Diabo uma indenização de US$ 8 trilhões de dólares.
No filme o próprio diabo sai para defender os advogados, juntamente com os dez melhores do mundo e torna-se o julgamento do século. Destaque para a  cena quando o recorrente pediu ao diabo: Quem é Jesus? você pode imaginar …

Ele estréia no dia 21 de janeiro de 2011 e já está causando grandes comentários, devido a presença de ótimos atores de Hollywood. O filme contará também com a cantora cristã Rebecca St. James que irá estrear como atriz na produção dirigida pelo Rich Christiano, o mesmo diretor do longa metragem “Não Identificado“. A produção “Suing the Devil” conta também com a atriz Shannen Fields, que fez parte do elenco do filme “Desafiando os Gigantes” dos irmãos Kendrick.
O longa metragem foi filmado na Austrália, com músicas de Hillsong United, e da cantora Lucia Parker.

O Premiere Gala foi em 13 de maio em Los Angeles, e tem recebido excelentes críticas, a melhor coisa é que a maioria das críticas são das pessoas que não são cristãs. O filme promete trazer a Palavra de Deus no mais alto nível e de forma clara!

A Warner, dona da DC Comics, anunciou, em Nova York, que fará filmes de alguns de seus super-heróis. Segundo Bryan Meyer, chefe de entretenimento do estúdio, serão produzidos os longas de Flash, Aquaman, Mulher-Maravilha e um inspirado na revista Mad.

A surpresa do comunicado ficou por conta da produção do filme sobre o herói dos mares, Aquaman, uma vez que muito já foi especulado sobre as adaptações de Mulher-Maravilha e Flash.

Meyer também reforçou a estreia de Sherlock Holmes 2, para 16 de dezembro de 2011, do terceiro filme de Batman, para 20 de julho de 2012, e do novo Superman em 2012.

Steven Russell cumpre prisão perpétua. Ele fica preso em uma cela de 1,80 x 2,10 m com uma sólida porta de aço fechada por um cadeado. Só pode sair de lá durante uma hora todos os dias. Todas as vezes, é revistado. Duas vezes por semana é levado para uma nova cela. Seus pertences são sempre vasculhados por policiais a cada mudança.

A rotina do detento está exposta em “Eu te Amo, Phillip Morris”, do jornalista Steve McVicker. O motivo de tanta cautela quanto à permanência do prisioneiro na cadeia não é por alguma atrocidade que ele cometeu. Russell responde por um feito raro que enfureceu a polícia do Texas. Em cinco anos ele fugiu quatro vezes da prisão. Todas as fugas aconteceram em uma sexta-feira 13.

A história verídica foi adaptada para o cinema pelos diretores e roteiristas John Requa e Glenn Ficarra (de “Papai Noel às Avessas” e “Sujou… Chegaram os Bears”) e estreia em São Paulo na próxima sexta-feira (4) sob o nome de “O Golpista do Ano“. Apesar de o título esconder a temática homossexual da história –Russell conhece na cadeia seu grande amor, Phillip Morris–, o lançamento acontece a dois dias da Parada Gay. Continue lendo

O estúdio japonês Madhouse está trabalhando em duas séries animadas pra tv baseadas nos heróis da Marvel Comics Wolverine e Iron Man.

A novidade é que a editora revelou que Marvel Anime: Iron Man já tem estreia marcada para o dia 01 de outubro no canal pago Animax (o do Japão, claro =P). A série será composta de 12 episódios e deverá chegar ao ocidente em 2011. Por enquanto nada foi dito sobre a estreia de Wolverine.

Nesta nova série, Tony Stark está desenvolvendo negócios de sua empresa no Japão, e nem é preciso dizer que problemas surgirão para as Empresas Stark no País do Sol Nascente, que irão exigir a intervenção do alter ego blindado do cientista americano. Pode-se esperar combates de tirar o fôlego, especialmente para quem sabe do que a animação japonesa é capaz.

Na série de Wolverine, segundo a Marvel, as aventuras a serem criadas deverão ser baseadas na fase de histórias criadas por Frank Miller e Chris Claremont nos quadrinhos, o que promete um belo potencial de desenvolvimento de aventuras para o mutante mais popular do Universo Marvel, especialmente no envolvimento que Logan tem com o país dos samurais e ninjas.

Confiram abaixo os trailers divulgados na Comic Con de 2099, o estúdio também irá produzir uma adaptação de Blade (o caçador de vampiros) e outra focada no universo dos X-Men, mas até o momento não há nenhum detalhe sobre tais animações.

As Aventuras de O Pequeno Príncipe, está retornando em um box de DVD lançado pela Focus Filmes.

Quando a FlashStar lançou no mercado a marca Focus Filmes, o primeiro anime disponibilizado pelo selo foi O Pequeno Príncipe,  clássico dos anos 70 que fez parte da infância de muita gente devido à sua exibição exaustiva na TV até metade dos anos 90.

Na ocasião, apenas 4 volumes foram lançados, num total de 16 episódios (a série completa possui 35 capítulos) e parou por aí mesmo. Agora a Focus Filmes irá recoloca os discos no mercado em um box contendo os 4 DVDs com áudio e legendas em português e inglês.

Na história, o Pequeno Príncipe vive tranqüilo no distante asteróide B-612. Numa atmosfera pacífica, ele limpa seus vulcões e cuida de sua rosa mágica. Certo dia, um pássaro espacial chamado Swifty visita seu pequeno planeta e lhe mostra como pegar carona na cauda dos cometas e visitar os mais distantes mundos e galáxias. A cada parada, o Pequeno Príncipe conhece um modo de vida diferente, passa por incríveis aventuras e faz novos amigos, aprendendo valiosas lições sobre honestidade, coragem e bondade.

O Pequeno Príncipe já foi traduzido para mais de 160 idiomas, o tornando a segunda obra literária mais traduzida em todo o planeta só perdendo para a Bíblia Sagrada.

O material já podia ser encontrado em grandes lojas a preços promocionais, portanto a empresa irá disponibilizar a caixa por R$34,90.

Créditos: Will Costa

Iron Baby é mais um vídeo sensacional de Patrick Boivin, que além de fã do “Homem de Ferro”, é expert nas edições de vídeo.

Aproveitando a hype relacionada ao Homem de Ferro Boivin faz esse fã trailer a respeito não de um homem mas um bebê rico e genial que resolve criar a melhor de todas as armas! O resultado é esse vídeo sensacional e recheado de efeitos especiais em versão muito bem humorada do filme original.

Contrariando as criticas negativas o filme se tornou  o sexto na história a atingir a marca de US$ 1 bilhão. Na frente dele, há apenas outros dois que não foram sequências: “Titanic” (1997) e “Avatar” (2009).

“Estamos incrivelmente felizes por termos feito esse fantástico filme, em 3D, do visionário diretor Tim Burton”, disse Rich Ross, presidente dos estúdios Disney.

“Nossas equipes de marketing, junto aos cinemas de todo o mundo, possibilitaram o filme chegar aos fãs de todas as partes”, acrescentou Ross.

Com a participação de Johnny Depp, Mia Wasikowska, Helena Bonham Carter e Anne Hathaway, “Alice” começou a bater recordes desde sua estreia mundial, em 5 de março. Nos EUA, o filme ultrapassou os US$ 332 milhões e é oficialmente a terceira produção mais lucrativa dos estúdios Disney, atrás apenas de “Piratas do Caribe 2: O Baú da Morte” e “Procurando Nemo”.

O Hollywood Reporter noticiou hoje que o ator James McAvoy (Desejo e Reparação, As Crônicas de Nárnia: O Leão, A Feiticiera e o Guarda-Roupa e O Procurado) interpretará o jovem Charles Xavier, antes de se tornar no Professor X, em “X-Men: First Class,” a ser realizado por Matthew Vaughn de “Kick Ass”.

O filme deverá focar também o jovem Eric Lensherr antes de se tornar no Magneto e explorará a forte amizade dos dois mutantes numa altura em que, tal como os mutantes que ajudam depois, desconheciam a verdadeira dimensão dos seus poderes. Antes da ruptura, que os iria opor eternamente e dar origem a duas facções de mutantes, a sua missão era combater o mal. Co-produzido por Bryan Singer, o realizador dos dois primeiros filmes da trilogia, esta quarta entrega tem data de estreia nos EUA para 3 de Junho de 2011.

Documentário em homenagem aos 50 anos da Nouvelle Vague, movimento francês de vanguarda que revolucionou a forma de se fazer cinema, influenciando cineastas do mundo inteiro, Godard, Truffaut e a Nouvelle Vague tem como foco principal a relação de dois críticos que se tornaram cineastas. Donos de personalidades e origens distintas, Jean e François iniciaram sua amizade pelo amor ao cinema. Frequentavam o mesmo cineclube, gostavam dos mesmos filmes e se tornaram conhecidos, e influentes, por revolucionar o modo de se escrever críticas de cinema, na importante Cahiers du Cinéma.

O filme mostra a vida paralela de dois dos mais importantes críticos/cineastas, o já falecido François Truffaut e Jean-Luc Godard. E que, brincando, polemizando e renovando, mudaram a história do cinema.

O documentário tem o poder de mostrar com dois mestres maiores do cinema francês pensavam suas obras, seu censo de criação e acima de tudo, a exposição de suas idéias através do cinema. Sem suas assinaturas, talvez o cinema francês não encontrasse um perfil próprio. Se naufragou no fim dos anos 60, pelo menos conseguiu ao longo da década mandar seu recado, conquistando um legião de fãs até hoje. É dessa forma que Emmanuel Laurent, o diretor, pensou seu documentário. Sem abrir concessões, Laurent detalha a origem da Novelle Vague, a união dos cineastas, traça ainda suas origens para mostrar suas diferenças e ao mesmo tempo suas semelhanças. Apesar de virem de mundos diferentes, ambos nutriam da mesma paixão: O cinema.

Eles tinham muito em comum, além de utilizarem o mesmo ator Léaud, que seria o alter ego de Truffaut como Antoine Doinel. A mesma formação, o culto a Hitchcock, Hawks, Welles e alguns outros cineastas.

A Revolução de 1968 causou um rompimento do movimento e da amizade de Godard Truffaut. Os dois tomaram rumos opostos e, ideologicamente, não aceitavam a escolha um do outro. Godard passou a fazer um cinema crítico e engajado, enquanto Truffaut se manteve à parte de debates políticos. Mesmo que você goste mais de um do que de outro, dos dois ou até mesmo de nenhum, não pode negar a importantíssima contribuição de ambos para o cinema. No fim, o que os uniu e os separou, foi o amor à sétima arte. Uma verdadeira aula de cinema. Estréia 28 de Maio de 2010.