“Tudo Pode Dar Certo” é a mais nova produção do excêntrico diretor Woody Allen. A comédia tipicamente novaiorquina conta com Larry David, roteirista da famosa série humorística dos anos 90 “Seinfeld” no elenco, interpretando o rabugento ex-professor universitário Boris, acostumado a insultar e humilhar seus alunos. Sua vida seguia na mesmice até conhecer a encantadora-porém-pouco-inteligente Melodie (Evan Rachel Wood), que promete causar uma reviravolta em seu mundinho centrado e pessimista.

Woody Allen no começo do ano ganhou o Globo de Ouro de Melhor Filme Comédia por Vicky Cristina Barcelona, mas ele não chega aos pés desse. Aqui tem piada até em letreiro, como o nome da banda do show de rock que a Evan vai. E o filme só cresce com o passar do tempo. O começo pode ser meio indigesto porque agüentar o chato é dose pra leão, mas a partir do momento que aparece a Evan, que é responsável por quase todas as deixas cômicas tudo muda, e a entrada da Patrícia também é triunfal. O Henry aparece pra arrancar os suspiros, e o Ed é só a cereja no topo.

Tudo Pode Dar Certo é uma retomada do estilo que consagrou o genial Woody Allen, a comédia inteligente, cheia de diálogos ácidos, personagens que expressam um lado mais cru e divertido do ser humano. A narrativa é outra grande sacada do filme, Larry David conversa com o espectador ao contar a sua história, brinca com o público que vai ao cinema, e nos faz lembrar dos grandes filmes do Allen e sua amada Manhattan…depois de se aventurar pela Europa e mostrar toda a sua versatilidade com os anteriores; Match Point, Cassandras Dream e o Almodovariano Vicky Cristina Barcelona, Allen volta em grande estilo e nos traz uma comédia deliciosa e apaixonante…Whatever Works é mais um filme imperdivel do neurótico mais genial que se tem noticia.                                          Trailer aqui

Anúncios