Matt Damon e o diretor Paul Greengrass estão trabalhando juntos mais uma vez. Não por acaso, os trailers de Zona Verde (Green Zone) parecem bastante com uma história de Jason Bourne, e até a música lembra Moby.

O grande tema aqui é a manipulação da informação sobre o conflito no Iraque. Em primeiro plano, está um subtenente do Exército norte-americano que começa a desconfiar que há algo de errado quando, pela terceira vez, sua equipe é mandada a um local onde supostamente haveria armas de destruição de massa de Saddam Hussein, e nada é encontrado.

Greengrass, que começou a carreira cobrindo guerras como cinegrafista para um canal de TV inglês, retorna às suas origens aliando-as à experiência que acumulou nos últimos anos, com filmes como “Voo United 93”, “A supremacia Bourne” e “O ultimato Bourne”. O diretor faz um filme sobre questões políticas usando recursos de um suspense, retomando um patamar que parecia esquecido nos anos 1970

Mesmo com boas cenas de ação, direção de arte das mais convincentes (com locações em Marrocos), e ritmo incessante, Zona Verde não conquistou o público norte-americano, provavelmente cansado (ou envergonhado?) dos desmandos ocorridos na extinta era Bush: seu faturamento nas bilheterias mal ultrapassou 1/3 do custo total de produção estimado de U$$ 100 milhões.

O estreou no Brasil em 16 de abril de 2010.                                            Trailer Aqui

Anúncios